Oportunidades de Financiamento – Eficiência Energética

Teve lugar na Escola Superior de Tecnologia e Gestão – Instituto Politécnico de Bragança, uma Sessão de Esclarecimento promovida pela Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), em conjunto com o Instituto Soldadura e Qualidade (ISQ) e um parceiro local (IPB), subordinada ao tema: Portugal 2020 e as Oportunidades para as IPSS no âmbito da Eficiência Energética.

A Sessão de Abertura foi assumida pela Presidente da União das IPSS do Distrito de Bragança (UIPSSDB), estando presentes na Sessão membros de diversas Instituições Associadas do Distrito de Bragança.

A temática abordada foi considerada de extrema importância para as IPSS´s, tendo como principal finalidade a divulgação dos possíveis financiamentos a projetos nas áreas da Eficiência Energética, Energias Renováveis e Auditorias Energéticas.

Torna-se cada vez mais importante conjugar o desenvolvimento das mais diversas atividades com a redução de custos, através da implementação de práticas de gestão adequadas. Procurou-se, com esta Sessão, sensibilizar as Instituições para a elaboração de diagnósticos relativos às principais fragilidades, neste âmbito, de forma a ir preparando o processo de candidatura para, logo que se verifique a saída do Aviso de Abertura, poder avançar de imediato, através do trabalho de diagnóstico realizado previamente.

Com esta Sessão pretendia-se transmitir estratégias no sentido de, num futuro próximo, existir algum investimento nas instituições, o qual pode ter retorno a médio, longo prazo.

Como forma de ilustrar esta realidade, foi dado o exemplo de uma Instituição que tem vindo a fazer algum investimento em termos de eficiência energética e de adoção de energias renováveis. Através de intervenções como a colocação de painéis solares para aquecimento de águas, substituição de caixilharia, revestimento do edifício com capoto, substituição do telhado, adaptação da iluminação com lâmpadas led, tem-se verificado ganhos significativos na fatura do gás e de eletricidade.

Torna-se importante, também, sensibilizar as equipas para a adoção de comportamentos e práticas mais eficientes no consumo de recursos energéticos, permitindo desta forma poupança a nível financeiro e uma melhor orientação para a missão social.

A Presidente da UIPSSDB terminou a sua intervenção, colocando a seguinte questão: Onde? Como? Quando? Para que destino se utiliza a energia que se consome?